Fecomércio-MT participa de lançamento da Agenda Institucional do Comércio, em Brasília

Data: 22/06/2022 Fecomércio-MT participa de lançamento da Agenda Institucional do Comércio, em Brasília

O presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, acompanhado do conselheiro e do superintendente da federação, Marco Pessoz, e Igor Cunha, respectivamente, participaram, nesta quarta-feira (22), do lançamento da Agenda Institucional do Sistema Comércio, em Brasília. O evento, promovido pela Confederação Nacional do Comércio (CNC), contou com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro.

A Agenda apresenta propostas e recomendações de políticas públicas que o comércio de bens, serviços e turismo entende como prioritárias para o desenvolvimento do setor terciário e, consequentemente, para o crescimento econômico e social do país. Presidentes das Federações do Comércio dos estados, além de representantes de federações nacionais, Sesc, Senac e líderes empresariais também participaram do evento.

“A Fecomércio-MT teve uma grande contribuição na elaboração desta Agenda.  Parabenizamos a CNC pela liderança e atuação no desenvolvimento do documento, que faz com que a atenção das principais lideranças políticas do país se volte para a realidade do nosso setor, com demandas e prioridades, que contribuem diretamente para a economia brasileira”, destaca o presidente da entidade, Wenceslau Júnior.

O presidente da CNC, José Roberto Tadros, fez a abertura do fórum e destacou que a Agenda é o primeiro passo de uma ferramenta que será um divisor de águas para todo o Sistema Comércio. “O documento deve ser protagonista na representação empresarial e no desenvolvimento do ambiente de negócios do país. E, por estarmos presentes em todo o Brasil, entendemos as prioridades para o desenvolvimento econômico e social, tendo como pilares os princípios de livre mercado e do respeito à função social das empresas”.

Na oportunidade, Tadros entregou o documento ao presidente Jair Bolsonaro, que ressaltou as medidas adotadas pelo governo. “O comércio foi bastante impactado pela pandemia.  Muitas cadeias produtivas foram afetadas, mas a nossa economia não parou em 2020, sobretudo por programas como Pronampe e auxílio emergencial. Em 2021, o setor criou mais empregos do que em anos sem pandemia, como 2014 e 2015”, afirmou.

O setor do comércio, serviços e turismo representa cinco milhões de empresas, que geram 25 milhões de empregos diretos e formais no país. A Agenda, que contou com a colaboração de mais de 2 mil pessoas, traz propostas e recomendações de políticas públicas, como legislações empresarial, tributária, trabalhista, do consumidor e sindical; normalização comercial, acesso ao crédito, infraestrutura, poder público e micro e pequenas empresas (MPEs).

O evento também contou com a participação da senadora Simone Tebet. Nesta quinta-feira (23.06), a programação tem continuidade no Centro de Convenções Brasil 21.

O Sistema S do Comércio, composto pela Fecomércio, Sesc, Senac e IPF em Mato Grosso, é presidido por José Wenceslau de Souza Júnior. A entidade é filiada à Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que está sob o comando de José Roberto Tadros.